Nosso Blog

Muitas novidades estão acontecendo na Ignilife, eis aqui as mais recentes.

Atração de talentos: qual é a importância e como aplicar essa estratégia?

12 jun 2019

Atração de talentos: qual é a importância e como aplicar essa estratégia?

Uma empresa é tão eficiente quanto sua equipe. A atração de talentos precisa ser uma prioridade para que um negócio seja bem-sucedido e tenha potencial competitivo. Nem sempre essa tarefa é fácil, dada a concorrência em busca de profissionais de qualidade.

Na verdade, além de atrair talentos, é importante saber como mantê-los na sua corporação. Para se tornar uma força consolidada no mercado, a empresa precisa contar com colaboradores em constante evolução e devidamente engajados. Evitar o turnover — a alta rotatividade na equipe — é indispensável.

Confira a seguir nossas dicas de estratégias para se tornar uma organização formada por pessoas capacitadas!

Investir no processo seletivo

Foi-se o tempo em que entrevistas eram suficientes para selecionar um profissional adequado. Atualmente, existem muitas outras ferramentas para compreender se e como o indivíduo se encaixa no ambiente corporativo.

Comece com a descrição do CHA (Conhecimentos, Habilidades e Atitudes), mas não se atenha apenas a ela. É essencial que o recrutamento leve em consideração também a personalidade e os valores do candidato, para que sejam afinados com o da organização. O chamado fit cultural vai fazer com que contrate apenas profissionais em que valha a pena investir, mesmo que ainda não sejam perfeitos para a vaga.

Para isso, não esqueça de:

  • fazer entrevistas menos burocráticas;
  • estabelecer dinâmicas que tenham resultados práticos;
  • investir em avaliações psicológicas;
  • realizar testes cientificamente apoiados;
  • utilizar plataformas de inteligência aumentada.

Sobre esse último tópico, vale explicar que a Inteligência Artificial vem se tornando uma grande aliada no recrutamento de colaboradores. Uma vaga pode atrair milhares de interessados. Entretanto, por meio de uma ferramente automatizada, é possível selecionar previamente os candidatos que mais têm chance de se encaixar no trabalho a longo prazo. E isso não significa que ele precise ser completo desde o começo.

Desenvolver treinamentos e talentos

Talento pode ser algo relativo. Ninguém nasce pronto. Oferecer oportunidades constantes de evolução é imprescindível. Um colaborador que cresce junto da empresa é sempre mais engajado. Sem contar que ao ofertar opções de desenvolvimento, será mais fácil aproveitar seus pontos fortes.

De nada adianta, por exemplo, proporcionar um curso de interação com o público se trata-se de alguém que trabalha com tecnologia da informação. Um curso sobre novos processadores ou atualização sobre o software mais moderno será atraente tanto para o profissional quanto para a empresa.

Esse equilíbrio entre se tornar relevante para a empresa e obter crescimento profissional pessoal é determinante para manter um colaborador de qualidade.

Apostar em tendências de bem-estar

O bem-estar do funcionário serve como chamariz para se manter ou não no trabalho. Um ambiente corporativo que dá respaldo para saúde mental e física tem mais chances de não perder um talento para outra empresa. É importante manter uma cultura organizacional que acompanhe fatores de risco psicossociais e oferecer ferramentas de prevenção e autocuidado. Benefícios tecnológicos como a opção de trabalho home office indicam a preocupação com a qualidade de vida.

A atração de talentos para sua organização passa por diferentes fatores. É preciso contar com um processo seletivo forte e inteligente em suas escolhas. Após a contratação, porém, os esforços devem continuar para manter o bom profissional engajado e em constante evolução.

Como sua empresa tem lidado com a contratação de novos colaboradores? Está tendo alguma dificuldade com sua equipe? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos de qualidade para te ajudar na gestão da sua empresa!