Nosso Blog

Muitas novidades estão acontecendo na Ignilife, eis aqui as mais recentes.

Cultura emocional: saiba o que é e qual a importância nas empresas

11 mar 2019

Cultura emocional: saiba o que é e qual a importância nas empresas

Em muitos casos, a cultura de uma empresa é voltada para aspectos cognitivos relacionados a valores, comportamentos e expectativas do negócio em relação ao funcionário. No entanto, é muito importante dar atenção ao modo como as pessoas se sentem em relação ao seu dia a dia de trabalho, aos seus colegas e à própria organização. Isso recebe o nome de cultura emocional.

Para que isso funcione, é preciso que a gestão das emoções seja feita de forma coerente no dia a dia de trabalho.

Pensando nisso, preparamos o post a seguir com um conteúdo que vai ajudá-lo a entender melhor esse conceito e a colocar em prática o gerenciamento da cultura emocional na sua empresa. Vamos lá?

O que é cultura emocional?

Você já sabe que a cultura cognitiva de uma empresa é um conjunto de acordos intelectuais que faz o negócio funcionar em harmonia, como: valores, princípios, comportamentos etc. Ela foca naquilo que os colaboradores pensam sobre o trabalho e como se comportam em relação a ele: se é um ambiente mais competitivo ou cooperativo, se a empresa foca no cliente ou nos resultados e assim por diante.

Já a cultura emocional envolve o gerenciamento de sentimentos e emoções que, normalmente, não são transmitidas de forma verbal. Nesse caso, o acordo não é intelectual e, por isso, tende a ser subjetivo. Nas empresas, o mais comum é encontrar a cultura emocional sendo manifestada por meio da linguagem corporal ou expressões faciais, por exemplo.

Qual é a sua importância para a empresa?

Uma empresa que negligencia sua cultura emocional abre espaço para que pequenos transtornos diários acabem gerando grandes problemas. O que isso significa? Que é função da empresa se preocupar em dar suporte e treinar seus colaboradores a gerenciarem as próprias emoções, além de estimular sentimentos saudáveis no seu ambiente.

As emoções influenciam a forma como as pessoas veem a empresa, o seu trabalho, o seu relacionamento com os colegas. Elas podem tornar o dia a dia mais leve ou exaustivo. A maturidade emocional permite que os colaboradores administrem suas emoções e as transforme em propulsores de realizações positivas.

A consequência de uma boa gestão da cultura emocional pode ser percebida nos resultados financeiros do negócio. Isso porque ela melhora a produtividade, a criatividade, a qualidade de vida no trabalho e o desempenho individual e coletivo.

Quais são os impactos gerados por ela?

A cultura emocional pode impactar largamente os resultados da empresa. Ela pode influenciar métricas específicas, que vão desde o desempenho pessoal do funcionário até o financeiro, de todo o negócio. Entre os principais impactos percebidos estão:

  • satisfação no trabalho;
  • esgotamento emocional;
  • trabalho em equipe;
  • engajamento;
  • criatividade e inovação;
  • comprometimento;
  • tomada de decisão;
  • clima organizacional.

A ausência de uma cultura emocional forte pode transformar a empresa em um sistema desprovido de emoção, tornando o ambiente de trabalho um espaço extremamente indiferente e, em alguns aspectos, até mecânico. As emoções são inerentes ao ser humano, por isso, é preciso levar essa vivacidade para dentro do negócio e administrá-la para gerar bons frutos.

Como melhorar a cultura emocional da empresa?

O primeiro passo para melhorar a cultura emocional de uma empresa é colocá-la entre as suas prioridades, ou seja, ela precisa constar nos princípios de gestão. Diversão, alegria e entusiasmo são apenas alguns exemplos de emoções que podem fazer parte da identidade de uma empresa.

No entanto, é importante que isso seja levado aos pequenos momentos do cotidiano, em gestos simples em vez de declarações sobre como os funcionários deveriam agir. Aqui, cabem expressões faciais amigáveis, atos de gentileza, apertos de mão, demonstração de afeto.

O ambiente e a sua decoração também podem comunicar como a empresa espera que seus colaboradores se comportem. Listas com regras e consequências para o seu não-cumprimento podem manifestar uma cultura de medo e rigidez. Fotos dos funcionários sorridentes e descontraídos expressam uma cultura de alegria ou diversão.

Quais são os benefícios de uma cultura emocional forte?

Você já conferiu muitos benefícios gerados por uma cultura emocional forte. No entanto, é válido reforçar a importância de desenvolver esse aspecto para fortalecer a imagem que a empresa quer transmitir, aquilo pelo que ela quer ser lembrada.

Uma cultura de alegria, por exemplo, quando é trabalhada da maneira certa, é percebida de diversas maneiras: pelo contato com os colaboradores da empresa, pelas suas expressões faciais, gestos, uniformes, pela decoração da empresa. Isso pode se tornar uma marca importante ancorada na lembrança de clientes e parceiros do negócio. A cultura emocional bem desenvolvida no ambiente fortalece as equipes de uma empresa e a torna mais competitiva no mercado.

Nosso conteúdo foi informativo e esclarecedor para você? Então, curta a nossa página no LinkedIn e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!