Nosso Blog

Muitas novidades estão acontecendo na Ignilife, eis aqui as mais recentes.

4 equipamentos de trabalho que podem prejudicar a produtividade!

16 ago 2019

4 equipamentos de trabalho que podem prejudicar a produtividade!

Pare e pense: passamos metade das nossas horas acordados, trabalhando. O tempo pode ser maior, dependendo da nossa jornada. Nada mais justo do que termos bons equipamentos de trabalho, certo?

Esse tópico pode parecer simples, mas neste texto, você vai entender como a regulagem e qualidade das ferramentas de trabalho podem influenciar na produtividade de uma equipe!

Quer entender quais equipamentos podem prejudicar o profissional na hora de trabalhar? Então, continue a leitura.

Entenda a responsabilidade dos gestores com a saúde do colaborador

Quando pensamos em fatores que causam baixa produtividade, é comum lembrarmos de clima organizacional ruim, problemas familiares ou doenças. Mas você sabia que os equipamentos de trabalho também podem estar na lista?

Muitos gestores não consideram esse aspecto na hora de analisar os índices de produtividade da equipe. Porém, situações de presenteísmo e afastamento ligadas à infraestrutura do espaço organizacional são cada vez mais comuns.

A saúde dos colaboradores é uma responsabilidade da gestão e é fundamental que a liderança implemente medidas de cuidado com a saúde e o bem-estar das pessoas do time. Afinal, o que todo gestor deseja é que a equipe trabalhe em alta performance!

Veja como alguns equipamentos influenciam na produtividade

Principalmente em rotinas de escritório, existem alguns equipamentos de trabalho que são pré-requisitos para as tarefas do dia a dia. São objetos tão simples, como mesa e cadeira, que não costumamos dar atenção.

Porém, esses e outros itens da infraestrutura têm impacto negativo na produtividade se não tiverem a qualidade adequada ou não forem bem regulados para atender as necessidades dos profissionais.

Vamos explicar melhor com alguns exemplos abaixo.

1. Cadeira

Um objeto básico, mas que faz muita diferença na rotina. Quem passa 8 ou mais horas do dia em uma cadeira precisa que esse equipamento tenha boa qualidade e possibilidade de adequação ao perfil do usuário.

Cadeiras ruins podem causar os mais diversos males, como dor na coluna, ombros, pescoço e braços. Todos essas doenças do trabalho podem causar baixas na produtividade e, até mesmo, afastamento.

2. Iluminação

A iluminação também conta para o bem-estar no ambiente de trabalho. Usar computadores ou fazer tarefas que exploram a visão em locais que não têm iluminação bem regulada pode comprometer a vista e a realização das atividades.

Por isso, existem regras específicas para a luminosidade ideal em um ambiente. Tanto a falta quanto o excesso de luz pode ser prejudicial, bem como reflexos e sombras em um espaço.

3. Computadores

Quem nunca se irritou com um computador lento ou com o mau funcionamento de algum software? Esses problemas também são vilões da produtividade pois causam estresse e deixam o trabalho mais devagar.

Fornecer as ferramentas adequadas para um bom trabalho faz toda a diferença na visão que os profissionais têm sobre a empresa.

4. Ar-condicionado

A briga pela temperatura ideal do ambiente costuma afetar diversos espaços de trabalho. Um ambiente frio ou quente demais, além de causar desconforto, pode gerar problemas de saúde como doenças respiratórias.

É importante lembrar que a legislação trabalhista apresenta diversas normas regulamentadoras referentes ao ambiente de trabalho. Se forem seguidas corretamente, o espaço se torna mais seguro e agradável para que os profissionais tenham uma boa produtividade.

Além de fornecer bons equipamentos de trabalho, é importante também conscientizar os colaboradores sobre ergonomia e cuidados com a saúde. Esse acompanhamento da empresa faz toda a diferença na saúde dos funcionários.

Gostou deste conteúdo? Esperamos que sim! Você pode encontrar mais textos relevantes como este em nossas redes sociais. Basta nos seguir no LinkedIn e Facebook.